fbpx

O que ver em Praga?

Praga

Também conhecida com “a cidade das cem cúpulas”, Praga é uma fascinante cidade no centro da Europa, cheia de cultura, boa gastronomia e muitos (mesmo muitos!) locais para visitar. Capital da República Checa, património da Humanidade pela UNESCO e com onze séculos de história é a cidade perfeita para um tour fotográfico citadino.

Iremos neste artigo descrever alguns dos locais mais emblemáticos da cidade e que farão parte da viagem fotográfica a Praga que temos preparado para si.

Castelo de Praga

Fundado século IX e localizado na colina de Hradcany, o Castelo de Praga é uma das atrações turísticas mais visitadas da cidade, atraindo mais de 1,8 milhões de visitantes anualmente.

Ocupando uma área de cerca de 70 mil metros quadrados, é considerado o maior castelo do mundo pelo Guinness World Records Book, sendo actualmente a residência presidencial.

Possui no interior do seu complexo entre outros, palácios, igrejas, museus e jardins, onde se destacam Palácio Real e a Catedral de S. Vito. Esta catedral é o exemplo proeminente da arquitetura gótica, sendo a maior e mais importante igreja do país, tendo sido iniciada a sua construção em 1344, mas apenas finalizada em 1929. A destacar no seu interior a presença de túmulos de muitos reis da Boémia e imperadores romanos e a Capela de São Venceslau, onde estão guardadas as relíquias do santo padroeiro nacional e cujas paredes estão decoradas com mais de 1300 pedras semi preciosas.

Charles Bridge

Mandada construir pelo rei Carlos IV (daí o seu nome), é ponte mais antiga da cidade e liga a Cidade Velha à Cidade Pequena, atravessando o Rio Moldava. Com mais de 500 metros de comprimento e 10 de largura, é suportada por 16 arcos.

Ao longo da ponte podemos encontrar 30 estátuas do estilo barroco, construídas entre final do século XVII e início do século XVIII representando vários santos e patronos. Dada a sua importância e para sua protecção, as estátuas foram substituídas por réplicas, sendo que as originais encontram-se no Museu Nacional. Contém 3 torres nas suas extremidades, sendo que a torre localizada na Cidade Velha é considerada por muitos como uma das construções mais impressionantes da arquitetura gótica no mundo.

Entre 2008 e 2010 foram efectuadas algumas obras de manutenção que incluíram a repavimentação da ponte sem o devido cuidado histórico, alteração que motivou fortes críticas, incluindo uma nota formal da UNESCO.

No final de 2019 a ponte irá novamente entrar num período de manutenção e está previsto que os trabalhos tenham uma duração de vinte anos, pelo que esta será a altura ideal para visitar a cidade de modo a poder visitar e contemplar este local no seu esplendor.

Por ser um dos destinos turísticos da cidade (talvez até o mais visitado), a ponte encontra-se frequentemente com volumosas multidões. Sugerimos que a visite de madrugada ou já depois do anoitecer para que a possa fotografar (e mais uma vez contemplar) com alguma tranquilidade.

Relógio astronómico de Praga

 

Também um dos monumentos mais visitados de Praga, o Orloj é um relógio astronómico medieval localizado na parede sul da Câmara Municipal da Cidade Velha.

Iniciada a sua construção em 1410, o relógio consiste em 3 componentes principais: o mostrador astronómico, representado a posição do Sol e da Lua no céu, a “Caminhada dos Apóstolos”, um espectáculo mecânico (que se repete a cada hora) com peças em movimento (figuras dos apóstolos e outras figuras representando a morte e alguns dos pecados capitais) e um mostrador-calendário com todos os meses representados por medalhões.

Encontra-se em reparação desde o início de 2018 estando prevista a sua apresentação aquando das celebrações do 100º aniversário da Republica Checa.

Mercado de Natal

Durante parte do inverno (de 1 de Dezembro até ao Dia dos Reis a 6 de Janeiro) decorre em Praga o maior dos mercados de natal do país. Composta por 2 mercados principais (Praça da Cidade Velha e na Praça Venceslau) e por dois menores (Castelo de Praga e Vinohrady) o “Vanocni trhy” é uma parte importantíssima a aura festiva do Natal. Consistem em barracas de madeira que vendem artesanato regional, comida tradicional e bebidas quentes (como por exemplo vinho com especiarias). Tudo isto com grandiosas iluminações e música própria da época.

No entanto, Praga tem muito mais para ver. Entre inúmeros museus, jardins, arquitetura antiga e moderna (a destacar por exemplo a Dancing House de Frank Gehry), memoriais, curiosidades (como a parede de John Lennon) e toda a atmosfera própria de uma região com uma riquíssima história, certamente terá algo para todos os gostos.

Gastronomia

Se gosta de comer, a República Checa não desilude e tem variados e deliciosos pratos típicos, como por exemplo, Česnečka (sopa de alho), Guláš (goulash), Vepřo-knedlo-zelo (porco assado), Smažený Sýr (Queijo frito). Caso seja apreciador(a) de cerveja, está no sítio certo a República checa consome mais cerveja per capita do que qualquer outro país do mundo, chegando ao ponto de uma cerveja ser mais barata que uma garrafa de água.

Clima

Com invernos frios (chegando a temperaturas negativas e com pouca luz solar) e verões quentes (podendo chegar aos 24ºC), Praga tem um clima temperado. A chuva é mais comum (e por vezes em grandes quantidades) durante os meses de verão. O inverno trás leves acumulações de neve para as ruas, proporcionando aos moradores e visitantes pitorescas cenas de rua. A partir de Setembro, com o outono, as árvores mudam tornando-as cheias de folhas de cores bonitas.

Toda a informação acerca desta viagem fotográfica, mais curta do que o costume e, naturalmente a um preço mais acessível, está na página da viagem fotográfica a Praga, com datas já exibidas no conteúdo da mesma.

Estamos, como sempre, à vossa inteira e absoluta disposição para qualquer esclarecimento de que necessitem. Relembramos que a Viewpoint expõe todas as tarifas, custos e pormenores para que não seja alvo de qualquer surpresa desagradável.

Links úteis: