Se por um lado, a fotografia tem a capacidade de mentir bem, apresentando-nos ilusões solidificadas pela convicção de que a relação ontológica entre a imagem fotográfica e a realidade nos garante a verdade, por outro lado, apresenta-nos por vezes imagens verdadeiras que nos parecem irreais, que chocam com a nossa ideia do mundo. A fotografia apresenta-nos amiúde a evidência de que as coisas nem sempre são o que já foram.