Vai Comprar água na Islândia? Governo islandês desencoraja os turistas a fazê-lo!

São conhecidas e muito relatadas as histórias que envolvem turistas e água engarrafada na Islândia. Algo que qualquer pessoa que tenha visitado a Islândia sabe é que, não vale mesmo a pena comprar água engarrafada neste território e que, caso o faça, será quase de certeza alvo da chacota dos habitantes locais. Os islandeses não compram água engarrafada e esta só existe mesmo para explorar os turistas. Se leu o nosso postIslândia: o que fazer e o que não fazer“, certamente que reparou que um dos pontos que apontámos, lhe sugeria “beba água da torneira”. Se não o leu, faça uma leitura atenta! Há muitas outras dicas úteis nesse mesmo post.

Num esforço para tentar reduzir o desperdício de plástico, o Ministério do Meio Ambiente e Recursos Naturais e a Agência Ambiental da Islândia, estão a lançar um novo projeto para tentar reduzir os resíduos de plástico na Islândia. De acordo com um anúncio do gabinete governamental, este projeto, chamado “Turn The Tap On“, vai tentar informar os turistas que chegam à Islândia acerca do facto de ser absolutamente desnecessário comprar água engarrafada naquele país.

A Islândia ocupa atualmente o primeiro lugar relativamente a Água e Saneamento no Índice de Desempenho Ambiental (EPI index), lugar que partilha com a Irlanda, Malta, Reino Unido, Itália, Finlândia, Grécia e Espanha.

Afirmam os próprios islandeses que, pelo menos em Reykjavík, a água engarrafada que se compra nas lojas, é exatamente a mesma água que vem da torneira. É, contudo, um excelente negócio para muita gente e um islandês também nunca vira a cara a um “excelente negócio”! A água engarrafada pode chegar a ser mais cara do que o combustível o que, num quadro de qualidade absoluta do líquido que sai da torneira, torna todo este negócio ainda ridículo e, porque não dizê-lo, numa manifestação de oportunismo muito reprovável.

Logicamente, muitos dos turistas apenas compram água engarrafada pelo simples facto de precisarem da garrafa para a encher posteriormente tantas vezes quantas as necessárias, mas não se esqueça que pode perfeitamente levar o seu cantil na bagagem.

Boas viagens!