fbpx

Razões para viajar com a Viewpoint Tours…

É tudo uma questão de satisfação pessoal!

A satisfação pessoal que se atinge com o acto de fotografar e os resultados desse acto, não sendo propriamente necessidades básicas do ser humano, são, sem qualquer espécie de dúvida, objectivos de vida a que muitos nós, felizmente, queremos aceder. E isso é bom! A Viewpoint é por isso mesmo e sobretudo, um facilitador, um catalisador de reacção que permite que a relação dos nossos clientes com o destino da viagem, seja potenciada e, consequentemente, que os resultados das missões fotográficas sejam maximizados.

Fotógrafo a contemplar a paisagem da Ilha de Skye (Quiraing)

Melhoramos a fotografia dos nossos clientes…

Uma das coisas que mais clientes nossos apontam como crucial para a repetição de experiências de viagens fotográficas, é o ambiente propício à criação, à produção de fotografia, ao sentimento de manifestação artística. Essas é sem qualquer dúvida uma das razões mais fortes para viajarem com a Viewpoint. Quase toda a gente percebe que a envolvência, as circunstâncias e o contágio de entusiasmo por parte de quem nos acompanha, são partes fundamentais do processo criativo. Estar rodeado de gente que não acha absoluta loucura acordar às 4:00 da manhã para ir fotografar um rochedo, é um tónico de confiança e, assumamos, uma validação relevante. Na verdade, cada viagem é uma espécie de residência artística em que, em vez de recebermos um grupo num local, pegamos nesse grupo e levamos cada um dos elementos que o constituem até aos “estúdios” mais interessantes do planeta.

Fotógrafo com tripé em Quiraing, Ilha de Skye

Apesar de promovermos viagens de grupo, assumimos a necessidade do isolamento…

Algo que começámos a passar aos nossos viajantes na fase de preparação das viagens, é que é tão verdade dizer que viajar em grupo aumenta a segurança e facilita a troca de conhecimentos, como é afirmar que o processo criativo é algo de muito introspectivo e uma exaltação da solidão.

Um comportamento que defendemos é aquele que entende que há momentos de diferentes características espalhados pelo período da viagem. Aconselhamos e incentivamos a exploração das áreas circundantes dos Pontos de Interesse Fotográfico (POI) de uma forma tão concentrada quanto possível. Incentivamos uma postura serena, silenciosa e observadora, em cada local, em cada cena. Procuramos que os nossos viajantes desfrutem intensamente de si próprios! A “melhor fotografia”, sobretudo de paisagem, nasce da observação calma da cena que se nos apresenta a cada instante.

Nos intervalos entre cada POI, nos snacks e no fim de cada dia, teremos tempo mais do que suficiente para a tão necessária companhia de todos e de cada um que connosco viaja.

Grupo de fotógrafos num barco a caminho de Elgol, Ilha de Skye

Porque é tudo muito simples com a Viewpoint!

Trabalhamos no negócio da “conveniência”! Assumimos que grande parte do nosso sucesso tem sido transformar um processo relativamente complicado em algo que pode ser realizado de forma simples e despreocupada. Operacionalmente, somos uns “faz-tudo” que retiram responsabilidade aos nossos clientes. É “conveniente” viajar com uma empresa como a Viewpoint Tours. A energia é totalmente canalizada para o processo criativo.

Fotógrafo em Old Man of Storr numa manhã de intenso nevoeiro.

Porque oferecemos uma visão renovada da envolvente…

As viagens fotográficas funcionam, entre outras coisas, como um restaurador do olhar, da visão criativa, do processo de abordagem aos assuntos recorrentemente observados. Todos precisamos de uma novidade no sentido de renovar o interesse por aquilo que consideramos gasto, visto e revisto. Sempre que chegamos de viagem, temos uma vontade revitalizada de explorar locais que já vimos centenas de vezes. O olhar que trazemos de uma viagem é renovado! Renovado pela exposição a novos locais, a paisagens diferentes, ao frio, ao calor, à chuva, ao desconforto operacional e ao morno regresso à base. É renovado pelas conversas que temos uns com os outros, com os contactos que criamos, com a rede de inspiração que implementamos. É renovado pelo prazer de ver algo surgir, no ecrã, no papel, na nossa cabeça.

Grupo de fotógrafos no Parque Nacional de Picos de Europa (Espanha)

Porque ajudamos a criar ligações que assentam em paixões comuns…

O enriquecimento conseguido por uma viagem de grupo com pessoas que possuem o mesmo tipo de paixão, é imensurável. As amizades que se criam, as cumplicidades que se desenvolvem, são de um valor que perdurará enquanto a memória o permitir. O enriquecimento técnico é igualmente uma realidade. As coisas que aprendemos com gente que sabe, ou mais ou menos do que nós, coloca qualquer tutorial de Youtube num canto, aninhado, com vergonha. Pequenos truques, dicas, equipamento que não conhecemos, técnicas, abordagens, formas de estar, etc. Há todo um jorrar de conhecimento que é bebido a cada experiência de viagem e que proporcionamos aos nossos clientes.

Homem em Fairy Glen

Sabemos que não somos “baratos”! Ou somos?

Claro que tudo isto tem um preço! Sabemos muito bem que não estamos a vender os nossos serviços a pessoas que, por força das circunstâncias ou por opção, planeiam viagens com orçamentos extraordinariamente limitados. Não há qualquer possibilidade de garantir as comodidades que garantimos, o equipamento que disponibilizamos, o apoio técnico, a condução, os seguros, o conforto e a disponibilidade total, a um preço de tour low-cost. Há um lugar para tudo e para todos e nós sabemos perfeitamente o lugar que queremos ocupar na vida dos nossos viajantes. O nosso ponto forte é realmente a adição de valor que fazemos aos portfólios e vidas dos nossos clientes, à bagagem de experiências que ajudamos a criar e à exposição à inspiração que fazemos questão de promover.

Se está a pensar fazer essa viagem connosco, não deixe para o próximo ano ou para a próxima temporada. Há um tempo para avançar, não deixe que ele escape. Deixe-nos ajudar na preparação da viagem, na adição de bagagem técnica, na cedência de material adequado à exploração do seu potencial fotográfico. No fim, no regresso, no reencontro, vai certamente achar que afinal foi tudo muito “barato”!

Na Viewpoint, vamos pela fotografia!

Até já.